Sintomas do nascimento dos dentes: o que fazer?

14 de dezembro de 2015 11:12
   

 

Veja quais são os sintomas do nascimento dos dentes de leite e como dar conforto ao seu filho quando começa a despontar a primeira dentição. Conheça a ordem de nascimento dos dentes e como fazer a higiene bucal do bebê. | Sempre consulte um dentista para esclarecimentos e adaptações individuais ao seu caso.

Compartilhado por: Clube Bebé Nestléprodução: Clube Bebé Nestlé | sinopse: RBC

a transcrição adaptada do áudio original.

OS PRIMEIROS DENTES

Não existem parâmetros exatos para dentição dos bebês, nem e data do primeiro ou do último dente, ou quanto tempo passa entre um e o outro. Provoca dor a certos bebês, enquanto a outros nada acontece.

Embora existam bebês que possam já nascer com dente, não é habitual. Geralmente os primeiros dentes de leite nascem entre o terceiro e o sétimo mês. Na maioria, pelos seis meses.

Mesmo assim, existe um grande número de bebês que têm que esperar atingir um ano. Os primeiros dentes a nascer são os dois do centro; começam normalmente os do maxilar inferior e depois os do maxilar superior. Entre os dois e três anos de idade, a maioria das crianças têm já os vinte dentes de leite, correspondentes à primeira dentição.

OS SINTOMAS DA DENTIÇÃO

Os sintomas também variam de bebê para bebê. Porém nem pais nem pediatras estão de acordo quanto à descrição dos sintomas nem o quão dolorosos podem ser. Geralmente, os sintomas mais comuns são:

Irritabilidade: normalmente ficam mais irritáveis com os primeiros dentes;

Excesso de baba: a dentição estimula a produção de saliva;

Irritação das bochechas e do queixo: a baba umedece e ruboresce a pele do bebê;

Tosse ligeira: porque se engasga com o excesso de saliva;

Desejo de morder e mastigar: para acalmar a dor;

Inflação da gengiva: porque o bebê se sente incômodo e;

Transtornos de sono e alimentação: a sucção do biberão (mamadeira) ou do peito aumenta-lhe a dor.

Por vezes, febre e a diarreia associam-se a dentição, embora muitos pediatras não as relacionem. Por isso, se o bebê apresentar estes sintomas, deverá consultar o pediatra.

COMO ALIVIAR A DOR

Para acalmar a dor das gengivas do bebê, pode ajudá-lo dando-lhe um pouco de água ou um alimento fresco, um brinquedo próprio ou um pano frio. O frio reduz a inflamação e ele sente-se aliviado. Poderá também esfregar-lhe as gengivas fazendo um pouco de pressão com o dedo. Não se esqueça de lavar bem as mãos antes. Vá limpando a baba que fica na pele, já que pode causar irritação.

Se nenhuma destas ajudas lhe serve, fale com o pediatra e talvez lhe receite um analgésico ou um creme, mas utilize estes produtos sempre sob a supervisão de um profissional de saúde.

É importante vigiar os objetos que o bebê possa ter na boca. Deverão ser bastante grandes para que não se engasgue.

HIGIENE DOS PRIMEIROS DENTES

Desde o primeiro dente, ou até antes, é muito importante o cuidado diário da boca do bebê. Deverá evitar que adormeça com o biberão (mamadeira), porque os açúcares do leite podem causar cáries ou placa bacteriana. É também conveniente limpar as gengivas do bebê com uma gaze ou com um pano limpo e úmido. Quando chegarem os primeiros dentes, escove-os suavemente e apenas com água.

Se deseja controlar a saúde oral do seu bebê ao completar um ano de idade é um bom momento para uma primeira consulta no dentista.


92
Visualizações