O mantenedor de espaço previne dentes encavalados

20 de julho de 2016 18:17
   


Veja como um mantenedor de espaço pode prevenir a ocorrência de dentes encavalados. Quando um dente de leite é perdido prematuramente, os dentes adjacentes tendem a fechar a lacuna, dificultando o posicionamento correto do dente permanente que está por nascer. | Sempre consulte um dentista para esclarecimentos e adaptações individuais ao seu caso.

A perda de um dente de leite antes da época certa — seja devido à cárie dentária, a um impacto (trauma) ou outro motivo — pode não parecer um problema grave. Mas não se engane: a manutenção dos dentes de leite até o período certo de sua troca é fundamental para garantir o nascimento e o posicionamento correto dos dentes permanentes que irão substituí-los.

Os dentes de leite também são fundamentais para o desenvolvimento dos ossos maxilares, dos músculos mastigatórios e da face como um todo. Sua ausência precoce pode causar problemas de fala e prejudicar a capacidade de mastigar da criança.

Mais tarde, a correção desses problemas por meio de um aparelho ortodôntico poderá ser mais onerosa e demorada. Daí porque o mantenedor de espaço é a melhor solução para a perda prematura de um dente de leite.

Ao perceber a perda de um dente, consulte o seu dentista para saber se um mantenedor de espaço é recomendado para o seu caso, além de definir o tipo de mantenedor mais indicado.

CUIDADOS COM O MANTENEDOR DE ESPAÇO

Seu filho pode precisar de um mantenedor de espaço durante anos, já que alguns dentes permanentes só nascem por volta dos 14 anos de idade. Assim, é importante saber cuidar desse aparelho adequadamente. Aqui estão quatro orientações para cuidar de mantenedores de espaço:
A criança deve evitar comer doces pegajosos ou mascar chiclete.
A criança não deve puxar, empurrar, ou brincar com mantenedores de espaço com os dedos ou com a língua.
O aparelho deve ser mantido limpo, e a criança deve ser ajudada a escovar os dentes e passar o fio dental regularmente.
Leve a criança ao dentista pelo menos duas vezes ao ano para examiná-la e para supervisionar a ação do mantenedor.

Para saber mais:
http://d27vj430nutdmd.cloudfront.net/17253/64416/64416.8.pdf#sthash.4hZfFQcq.kcxsU7eo.dpuf
https://www.researchgate.net/publication/257202046_Management_of_premature_primary_tooth_loss_in_the_child_patient

Compartilhado por: Clínica Dental Pardiñas | produção: Mad Mouse Studio | sinopse e tradução: RBC | tradução e legendas: EAN

a transcrição do áudio traduzido.

O PROBLEMA DA PERDA PREMATURA DE DENTES

A perda prematura de um “dente de leite” pode ocasionar problemas e alterações nos dentes permanentes.

Ao perder prematuramente um molar decíduo, os dentes adjacentes tendem a ocupar o espaço vago deixado pelo dente extraído, provocando a impactação do dente permanente, impedindo sua erupção normal, posicionamentos dentários inadequados e todos os problemas derivados disso.

Para evitar esses problemas, coloca-se um mantenedor de espaço, assegurando assim o espaço necessário para a erupção normal (do dente permanente).


326
Visualizações