Implante dentário ou ponte fixa?

13 de agosto de 2015 16:07
   


Está na dúvida entre implante dentário ou ponte fixa para substituir um dente perdido? Veja os procedimentos envolvidos e tome uma decisão acertada. O implante dentário envolve uma cirurgia mais complexa, mas não requer desgaste dental como a ponte fixa. Embora mais conservadora em termos de preservação de tecido sadio, a opção de tratamento com implantes dentários para substituir dentes perdidos também envolve riscos. No caso de a osteointegração fracassar, por exemplo, pode haver uma perda óssea importante — tal como ocorre com a prótese fixa no longo prazo — e ainda ser necessário remover os implantes por meio de uma nova cirurgia. | Sempre consulte um dentista para esclarecimentos e adaptações individuais ao seu caso.

Compartilhado por: Clínica Dental Pardiñas | produção: Mad Mouse Studio | sinopse e tradução: RBC | tradução e legendas: EAN

a transcrição das legendas traduzidas.

Este vídeo mostra uma comparação entre um tratamento com implantes e um tratamento com uma ponte frente à ausência de um dente.

Ao colocar um implante na área do dente perdido, é possível manter o osso e os tecidos moles em um nível ótimo.

Para realizar uma ponte, é necessário desgastar os dentes adjacentes, mesmo quando estão saudáveis, para que se possa cimentar a ponte sobre eles.

Com ambos os procedimentos, pode-se atingir um bom resultado estético e funcional. Em alguns casos, no entanto, diante da impossibilidade de se instalar um implante, a ponte pode ser a única solução. Com o passar do tempo, por não receber o estímulo que seria produzido com a presença de um implante, o osso pode começar a sofrer um processo de reabsorção, afetando também a estética. Além disso, se um dos dentes-pilares da ponte sofrer um trauma ou for atacado pela cárie, poderá ser necessário extrair esse dente e confeccionar uma nova ponte, sendo necessário desgastar outro dente adjacente para servir de pilar à nova ponte. E assim sucessivamente.

Não é possível resolver o problema estético resultante da perda de osso e de tecidos moles sem antes realizar uma cirurgia para a colocação de enxertos.


234
Visualizações