Coroa e ponte fixa: para que servem?

13 de agosto de 2015 16:04
   


Um dente perdido e não substituído oferece riscos à saúde bucal. Veja como a prótese fixa (coroa ou ponte fixa), o implante dentário ou a faceta dentária podem substituir um dente perdido ou restaurar um dente danificado ou sem estética. | Sempre consulte um dentista para esclarecimentos e adaptações individuais ao seu caso.

Compartilhado por: Sandro De Gregorio | produção: Healbit | sinopse, tradução e locução: RBC | tradução e legendas: EAN

a transcrição do áudio traduzido.

TAPPING BOARD APRESENTA:
A prótese fixa

A perda de um dente produz alterações na boca, que serão tanto maiores quanto maior for o número de dentes perdidos e quanto maior for o tempo transcorrido até sua reposição. Na falta de um dente, os alimentos danificam a gengiva livre durante as refeições, dificultando a mastigação e provocando irritações.

Em seguida, os dentes adjacentes e opostos tentarão ocupar o espaço vazio e se inclinarão, pouco a pouco, até encontrar o contato perdido. Isso fará com que os pontos de contato interdentais se abram, dificultando a higiene e facilitando a retenção de alimentos entre os dentes, o que propicia a aparição de cáries… e a formação de tártaro. Além disso, o alimento retido também favorece a aparição da doença periodontal.

Com o tempo, como o dente contrário buscará manter contato com o seu antagonista (dente oposto), aos poucos perderá sua fixação. O dente passará a ter mobilidade, podendo, inclusive, ser perdido. Finalmente, a mudança de posição dos dentes fará com que eles se articulem incorretamente, surgindo contatos indevidos e sobrecargas que irão produzir desgastes e dor.

Para evitar tudo isso, é possível que seu dentista lhe proponha um tratamento dental que inclua uma prótese fixa. Existem vários tipos de próteses fixas, como, por exemplo, as facetas laminadas, geralmente de porcelana, que aderem à superfície visível do dente para melhorar sua qualidade estética. As facetas são uma solução para os pacientes insatisfeitos com seu sorriso, pois, com elas, se conseguem resultados espetaculares.

Porém, a prótese fixa mais comum é a coroa. A coroa artificial substitui a coroa natural dos dentes quando esta se encontra em mal estado, ou quando apenas a raiz do dente está em condições de uso. As coroas podem ser de metal, de cerâmica, ou combinadas, ou mesmo de outros materiais, como a zircônia. As coroas combinadas proporcionam grande dureza e uma estética excelente.

E finalmente, as pontes. Pode-se dizer que as pontes são coroas unidas entre si, e são recomendadas quando se perderam um ou mais dentes. Durante a confecção da prótese, os dentes vizinhos serão desgastados e utilizados como pilares. A ponte é então fixada sobre esses pilares de forma permanente. Embora as pontes possam ser uma excelente opção, é aconselhável evitar a mutilação causada por esse desgaste. Assim, consulte o seu dentista a respeito do implante dental.

Graças à prótese fixa e ao seu dentista, ao fim, a mastigação e a estética voltarão a ser como antes.


677
Visualizações