Como prevenir e tratar o mau hálito

26 de agosto de 2015 00:38
   


Na maioria dos casos, o mau hálito é o resultado da produção de compostos mal cheirosos por bactérias que residem na boca. Conheça as estratégias para reduzir a quantidade de bactérias e criar as condições ideais para um hálito fresco. | Sempre consulte um dentista para esclarecimentos e adaptações individuais ao seu caso.

Compartilhado por: Healthchanneltv / cherishyourhealthtvprodução: Medical Media BV | sinopse, tradução e locução: RBC | tradução e legendas: EAN

a transcrição do áudio traduzido.

HALITOSE.
Aprovação médica: Dr. Ayaz M. Khan e Sanne Stravens

O mau hálito, também conhecido como halitose, é uma doença em que a pessoa sofre de mau odor bucal. Esse mau odor bucal pode ser causado pelas mesmas bactérias que ajudam a quebrar as proteínas dos alimentos. Essas bactérias digerem as proteínas, resultando na produção de compostos sulfurosos. Os compostos sulfurosos são voláteis e podem causar mau cheiro. Para evitar que as bactérias que produzem mau cheiro se reproduzam na boca, é necessária uma boa higiene bucal.

A halitose também pode ser causada por problemas de saúde, como cáries e doenças gengivais, ou por alimentos, como alho e cebola. Pular refeições, jejuar e passar fome podem também causar um mau hálito temporário por causa da redução na produção de saliva. A saliva ajuda a remover as bactérias que causam a halitose.

Na maioria dos casos, a fonte da halitose está na boca, e não na garganta, no nariz ou nos ouvidos, nem tampouco no sistema digestivo. Fazer uma boa higiene bucal é essencial no tratamento da halitose. Uma saúde bucal perfeita com base numa boa higiene bucal pode ser obtida:

•  visitando regularmente o dentista, para realizar limpezas profissionais e avaliações de controles;
•  escovando seus dentes e sua língua usando creme dental com flúor duas vezes ao dia;
•  usando o fio dental ou escovas interdentais entre seus dentes todos os dias e;
•  removendo sua prótese dentária à noite, deixando-a mergulhada numa solução antibacteriana e limpando-a cuidadosamente antes de usá-la pela manhã.
•  Como parte do tratamento da halitose, também se recomenda:
•  evitar alguns alimentos que causam o mau hálito, incluindo o álcool e a cafeína;
•  comer alimentos ricos em Vitamina C e vegetais como aipo e cenoura;
•  beber muita água e mascar gomas ou pastilhas sem açúcar;
•  usar raspadores de língua para remover cuidadosamente as bactérias presas a ela;
•  evitar pastilhas e antissépticos bucais que contenham álcool;
•  aplicar algumas gotas de óleo de menta ou de melaleuca (“tea tree oil”) em sua escova ou língua;
•  beber chá verde e;
•  usar antissépticos bucais que contenham cloreto de cetilpiridínio, clorexidina, gluconato de zinco, óleos essenciais e dióxido de cloro.

Outras medidas para prevenir o mau hálito incluem:

Parar de fumar. Fumar aumenta as chances de desenvolver halitose por meio do aumento da quantidade de bactérias dentro de sua boca, resultando na formação de mais placa bacteriana.

Se não puder evitar o consumo de cafeína, enxague a boca com água após beber café.

Seu dentista pode lhe fornecer mais informações sobre essa doença e seus possíveis tratamentos.


129
Visualizações