Cárie e restauração dentária

4 de agosto de 2015 20:49
   


Veja como se forma a cárie dentária e como se restaura um dente cariado. Uma cárie não tratada pode atingir a polpa dentária (“nervo”), causar dor de dente, requerer um tratamento de canal e até levar à perda do dente. | Sempre consulte um dentista para esclarecimentos e adaptações individuais ao seu caso.

Compartilhado por: Doctores Gandia Aguiló Clinica Identis | produção: Healbit | sinopse, tradução e locução: RBC | tradução e legendas: EAN

a transcrição do áudio traduzido.

TAPPING BOARD APRESENTA:
A cárie e a restauração

Uma grande quantidade de bactérias habita na boca de maneira permanente. Além disso, os alimentos são um veículo perfeito para a entrada de muitas outras. Ao mastigar e beber, uma parte dos alimentos fica presa entre os dentes, na língua e nas gengivas. Os restos acumulados são ingeridos pelas bactérias, que, ao digeri-los, evacuam dejetos ácidos. Esses ácidos corroem pouco a pouco o dente e produzem a chamada cárie dental.

Quando você não cuida de sua higiene bucal, as bactérias se multiplicam e formam colônias. Quanto maior se tornam as colônias, mais ácido será produzindo, dissolvendo ainda mais rapidamente o dente.

Quando a cárie se localiza apenas no esmalte, o tratamento é simples. Porém, quando as bactérias ultrapassam a fina camada de esmalte e penetram mais fundo, os tecidos seguintes, muito mais moles que o esmalte, serão destruídos pelos ácidos com maior rapidez. Como o dente já não tem como se defender, a cárie não tratada acabará chegando a uma região crítica, chamada de polpa, produzindo-se uma verdadeira infecção.

Cuidado: um pequeno ponto escuro pode esconder uma grande cárie, apenas perceptível em uma radiografia. Desconfie!

O tratamento para eliminar a cárie é a restauração ou obturação dental. A restauração pode ser feita de diversos materiais. O amálgama de prata não é um material estético, mas oferece grandes vantagens em alguns casos.

A resina composta é o material de restauração mais comum hoje em dia. Seu aspecto é parecido com o do dente, proporcionando um resultado muito mais estético. Além desses materiais, existem outros menos comuns. Sem dúvida, o seu dentista vai indicar o melhor para o seu caso.

Mas se a cárie for grande demais, pode ser necessário instalar uma coroa. Para evitar surpresas desagradáveis, é aconselhável visitar o dentista com frequência e – claro – nunca espere até sentir dor, pois pode ser tarde demais para fazer uma simples e fácil restauração.


268
Visualizações